Mostrando las entradas con la etiqueta Marcelo Loureiro. Mostrar todas las entradas
Mostrando las entradas con la etiqueta Marcelo Loureiro. Mostrar todas las entradas

sábado, 10 de enero de 2009

Marcelo Loureiro - Alma platina

MARCELO LOUREIRO

Iniciou os estudos de violão aos onze anos, quando mudou-se do Rio de Janeiro para Guia Lopes da Laguna, cidade próxima à fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Incentivado pelo avô Poty Loureiro, que cantarolava clássicos de Dilermano Reis, valsas, boleros e polcas, para que o neto tocasse sem professor, aos 13 anos, Marcelo já dominava o violão e ministrava aulas para vários alunos. Nesta época introduziu em seu repertório o chamamé, musica que integra os estados que compõe o Mercosul. Em 1995, participou de workshop com Angela Munir e Henrique Pinto. Cursou teoria musical com José Maciel e em 1996 tornou-se solista da Orquestra de Violões de Campo Grande, no ano seguinte, estudou violão popular, erudito e flamenco com Cristiano Kotlinski e teve aulas com Wagner Meireles, do Conservatório de Musica do Rio de Janeiro. Em 1998, estudou técnica violinistica flamenca com Fernando de La Rua e Máster Class de Luiz Cláudio Ferreira, durante o VI Seminário de Violão do Conservatório Musical Souza Lima, Rio de Janeiro. A partir de 1998, intensifica as apresentações publicas, com destaque para o Festival Del Chamamé, em Corrientes-Argentina e no projeto Arte nas Escolas, em Mato Grosso do Sul. Em 1999, participou do Circuito Cultural Banco do Brasil, do projeto Temporadas Populares, apresentou-se nas comemorações dos 5 anos da TV Educativa (Mato Grosso do Sul) e representou o Estado na 39ª Feira dos Estados, em Brasília. No ano de 2000, participou dos programas de TV de Raul Gil, TV Record; Ratinho, TV SBT; Balaio Brasil, da TV Cultura (SP); do quadro Me leva Brasil, no Fantástico - TV Globo e apresentou-se no I Encuentro Internacional ZicoSur Musical em Antofagasta (Chile), no Festival de Inverno de Bonito e Festival América do Sul (MS). Gravou uma faixa, com a musica Mercedita, no CD Pantanal 2000, patrocinado pela Secretaria de Cultura de MS. Em 2001, percorreu as principais cidades sul-mato-grossenses integrando os eventos de turismo do Estado, e participou do Projeto Pantanal - Um outro Brasil, promovido pela Embaixada Brasileira em Paris (França), mostrando a musicalidade brasileira da região Centro-Oeste. Participou, em 2003, do projeto Cidade Gêmea: Turim / Itália e Campo Grande / MS / Brasil, representando o Brasil na Itália. Gravou o 1º CD solo Alma platina, patrocinado pelo FIC - Fundo de Investimento à Cultura de MS. Em 2004, integrou, como representante de Mato Grosso do Sul, o Projeto Pixinguinha - Brasil. Em 2005, teve seu trabalho coroado com a participação no 1º capitulo da novela América, a convite do diretor Jaime Monjardim. O talento do jovem Marcelo Loureiro, dotado de rara sensibilidade e vocação para a musica instrumental, extrapola as fronteiras de Mato Grosso do Sul, e consagra-se no Brasil e no exterior como legitimo representante da musicalidade deste pais de tantos valores.

Discografia 
Pantanal 2000 (2000) 
Alma platina (2004) 
GerAções (2006) 

Fuente: http://www.glosk.com/AR/Corrientes/-1462191/pages/Marcelo_Loureiro/17356_pt.htm




Un agradecimiento al amigo Guilherme por este disco.
Pablo


01. AL VIEJO PABLO - chamamé (Pocholo Airé).
02. LA CAÚ - chamamé (motivo popular recop. Mauricio Valenzuela).
03. AL AMIGAZO CHENGO - chamamé (Mateo Villalba).
04. ZAPATEANDO EN CURUZÚ - chamamé (Pocholo Airé).
05. CURURÚ VIUDO - chamamé (D.R.).
06. MI BIEN AMADA - chamamé (Tránsito Cocomarola).
07. TECHOS DE PAJA - chamamé (Mateo Villalba).
08. FORTÍN CORRENTINO - chamamé (Roque L. González).
09. REPIQUETEANDO - chamamé (Rudi Flores).
10. AIRE MANANTIALERO - chamamé (Antonio Niz).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...